Pesquisa aponta que UTIs com Acreditação têm melhor desempenho

Pesquisa aponta que UTI's com acreditação têm melhor desempenho. Performance garante mais qualidade e segurança para pacientes. Resultados revelam redução de 17% na taxa de mortalidade ao longo de quatro anos. Hospitais que seguem os padrões internacionais de qualidade e segurança, e que são detentores de acreditação – espécie de selo que atesta esses quesitos. Têm performance 25% superior à alcançada por hospitais não acreditados. Essa é uma das estatísticas fornecidas pelo Epimed Monitor, software empregado no projeto UTIs Brasileiras. Desenvolvido pela Associação de Medicina Intensiva Brasileira (AMIB) em parceria com Epimed Solutions, empresa do ramo de gestão de informações clínicas. O

A saúde do SUS

Gasto público brasileiro com saúde no SUS está bem distante dos padrões de países ricos. Criado pela Constituição de 1988, o (SUS) completa 30 anos com números e resultados expressivos. Sete em cada dez brasileiros dependem exclusivamente de seus serviços. Que incluem acesso a todas as vacinas recomendadas pela Organização Mundial de Saúde. E o maior modelo público de transplantes de órgãos do mundo. O SUS também provê assistência integral e gratuita aos portadores do HIV e de um leque de enfermidades graves. Desde 1994, desenvolve um programa de atenção básica, o Estratégia Saúde da Família. Com progressos em casos de doenças cardiovasculares e infecciosas e na redução de mortes infantis. O

Tecnologia avança com tratamentos menos invasivos

Investimentos em inovação e tecnologia têm contribuído para aperfeiçoar tratamentos de saúde que visam aumentar a longevidade de pacientes. Supercomputadores auxiliam no combate ao câncer e novos aplicativos prometem acompanhamento personalizado para idosos. Na IBM, uma das novidades é o Watson for Oncology, sistema baseado em inteligência artificial para o tratamento de pacientes com câncer. A plataforma pode auxiliar a equipe médica na identificação de cuidados customizados, diz Fabio Mattoso, líder de Watson Health na IBM Brasil. "Os especialistas inserem as informações do paciente no sistema, que busca toda a literatura médica disponível para o melhor tratamento", explica. Na prática, o

SUS é referência em Saúde Pública

Apesar de problemas, SUS é referência em saúde pública, dizem especialistas. O SUS (Sistema Único de Saúde) deve ser reconhecido por ter aumentado o acesso à saúde da população brasileira e se tornado referência em atenção primária. Apesar de ainda enfrentar dificuldades na assistência prestada por médicos especialistas. Foi a essa conclusão que chegaram os especialistas convidados para debate sobre o aniversário de 30 anos do SUS que fez parte da 5º Edição do Fórum Saúde do Brasil. Realizado pela Folha, com patrocínio da Amil e da Anab (Associação Nacional das Administradoras de Benefícios). “O SUS é uma conquista da população que não pode ser desprezada. Ele aumentou o acesso dos brasileir

Aproximar o setor público do privado irá aprimorar a gestão da saúde”

Área de gestão na saúde é uma das que têm menor eficiência e mais baixa produtividade na administração pública, diz Lottenberg, da UnitedHealth. A maior aproximação entre os setores público e privado é um fator essencial para aprimorar a estruturação da área de saúde no Brasil, principalmente na gestão dos recursos do SUS. A afirmação é de Claudio Lottenberg, presidente da UnitedHealth Group Brasil, empresa que presta serviços na área de saúde. Segundo ele, o setor é um dos que têm menor eficiência e mais baixa produtividade na administração pública brasileira. “33% dos recursos são desperdiçados com burocracia, retrabalho, exames redundantes e fraudes. Não dá para imaginar, com orçamentos t

Hospitais da Rede D’Or São Luiz aderem ao Projeto Hospitais Saudáveis

Projeto tem como objetivo transformar o setor da saúde em um exemplo sob aspectos de proteção ao meio ambiente e à saúde da população. Ser responsável e estar atento ao setor em que atua é essencial para o futuro e sucesso do negócio. É assim que a Rede D’Or São Luiz, principal cadeia de hospitais do país, acredita que pode crescer e colaborar com as comunidades das localidades onde atua. Para reforçar seus compromissos com a proteção ao meio ambiente e com a saúde da população, 15 hospitais acabam de aderir ao Projeto Hospitais Saudáveis. Ao total, são 19 unidades, além do corporativo que fez a adesão em 2015. Com o objetivo de transformar o setor da saúde em um exemplo sob aspectos de prot

A aplicação do compliance na profissão médica

A profissão médica possui inúmeros pontos de vulnerabilidade, eventualmente ensejadores de responsabilização criminal de envolvidos. Temos os inerentes à profissão, por seu caráter de ciência inexata. E aqueles derivados de comportamentos enraizados entre seus praticantes. É sobre estas últimas que o compliance se foca para a implantação de práticas que permitam o aprimoramento da identificação das ocorrências mais comuns e criação de mecanismos de controle. Implantadas e submetidas a manejo permanente, tais medidas demonstram dupla finalidade, ao permitir a proteção tanto do profissional quanto do paciente. Assim, a aplicação do compliance na profissão médica pode municiar o profissional pa

Tendência na Saúde: Novos Modelos de Remuneração

Membros da Câmara da Saúde do CRA-RS se reuniram com o presidente da Federação dos Hospitais e Estabelecimentos de Saúde do Rio Grande do Sul (FEHOSUL), Dr. Cláudio José Allgayer para discutir as inovações no setor e a profissionalização da gestão das instituições de saúde Ser uma forma de ligação entre o mercado de trabalho e o profissional de Administração oferecendo informações e conhecimentos necessários para qualificar a Administração da Saúde. Essa é a missão da Câmara de Saúde do CRA-RS que visa discutir temas do setor, trocar informações e buscar soluções estratégicas para qualificar a gestão na saúde. A presidente do CRA-RS, Adm. Claudia Abreu, de

O uso da tecnologia para a democratização da saúde privada

A Agência Nacional de Saúde Suplementar publicou recentemente que o número de beneficiários inscritos em planos privados de assistência à saúde no Brasil seria de 47,4 milhões de indivíduos. Em comparação com o número total de brasileiros (208,7 milhões, de acordo com o IBGE), grande parcela da população ainda não possui acesso à saúde privada. De acordo com dados da Federação Nacional de Saúde Suplementar, quase 70% dos brasileiros não possui planos de saúde. Além disso, a inflação oficial do País não é compatível com a inflação médica, que se utiliza de medidores distintos que justificam a crescente nos preços dos planos de saúde (tais como, a variação nos custos e a frequência com que ser

Hospital Sírio Libanês inicia expansão com primeira unidade fora de SP

Com investimentos de R$ 260 milhões, nova unidade do hospital, a primeira fora de SP - será inaugurada até o fim do ano no DF. A ideia é oferecer o mesmo padrão de atendimento da sede. No próximo dia 26 de abril, o Hospital Sírio-Libanês, referência no país em atendimento médico de qualidade, inicia um dos passos mais importantes de sua história. Nessa data será lançada a pedra fundamental do Hospital Sírio-Libanês Brasília. Nova unidade do grupo que deverá começar a funcionar a partir de novembro com investimentos de R$ 260 milhões e mais de 500 empregos gerados. A iniciativa é simbólica por diversas razões. Trata-se do primeiro hospital completo do Sírio fora de São Paulo – e o maior inves

Sistemas de Suporte a Decisão Médica podem fazer toda a diferença na Saúde Pública brasileira

Nesta direção, implementar transformações é urgente e irreversível. E a Tecnologia da Comunicação e Informação (TIC), os sistemas de suporte a decisão médica baseados em evidências, assim como os gestores de saúde, têm um papel fundamental neste processo de transformação e amadurecimento de toda a cadeia. Vivemos um cenário marcado por um maior envelhecimento da população, crescimento das taxas de doenças crônicas, de complexas comorbidades e encaminhamentos fracos. Outro grande desafio da saúde pública brasileira é a constante variabilidade no cuidado assistencial, ou seja, as disparidades no atendimento em diferentes localidades e grupos populacionais. É fato que reformas e políticas de C

Fraudes: a grande doença da saúde

São muitos os que pagam por ações ilegais cometidas por irresponsáveis dentro do setor. A saúde no Brasil anda sempre a passos lentos, com uma precariedade que vai desde suas estruturas físicas até suas estruturas governamentais. Diariamente são muitos os desafios que o setor precisa vencer, e infelizmente um dos que mais precisam ser combatidos neste momento são as fraudes. Que "roubaram" dos "cofres" da saúde cerca de R$ 14 bilhões em contas hospitalares, de acordo com o Advance Medical Group e o Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS). As ações ilegais praticadas por muitos representantes do segmento têm custado alto para a saúde no Brasil — principalmente para os planos de saúde

Mais humano, serviço de Home Care cresce

[if gte vml 1]><v:shapetype id="_x0000_t75" coordsize="21600,21600" o:spt="75" o:preferrelative="t" path="m@4@5l@4@11@9@11@9@5xe" filled="f" stroked="f"> <v:stroke joinstyle="miter"></v:stroke> <v:formulas> <v:f eqn="if lineDrawn pixelLineWidth 0"></v:f> <v:f eqn="sum @0 1 0"></v:f> <v:f eqn="sum 0 0 @1"></v:f> <v:f eqn="prod @2 1 2"></v:f> <v:f eqn="prod @3 21600 pixelWidth"></v:f> <v:f eqn="prod @3 21600 pixelHeight"></v:f> <v:f eqn="sum @0 0 1"></v:f> <v:f eqn="prod @6 1 2"></v:f> <v:f eqn="prod @7 21600 pixelWidth"></v:f> <v:f eqn="sum @8 21600 0"></v:f> <v:f eqn="prod @7 21600 pixelHeight"></v:f> <v:f eqn="sum @10 21600 0"></v:f> </v:formulas> <v:path o:ext

Hospital Santa Cruz dribla a crise e ganha destaque devido a lucratividade

A recessão econômica gerou um impacto enorme para as empresas do ramo da saúde. A dificuldade financeira e o desemprego atingiram em cheio, sobretudo, os planos de saúde e os hospitais privados. Que viram sua carteira de clientes encolher drasticamente nos últimos cinco anos. Abrir mão do serviço é uma das opções para reduzir as planilhas de custos das famílias e também das empresas. No entanto, o Hospital Santa Cruz, em Curitiba, no Paraná, soube reverter o cenário desfavorável e manter a rentabilidade do negócio, mesmo no período de “vacas magras”. A instituição - que alcançou lucro líquido de 6,03% em 2017 - figura entre as cinco melhores empresas de saúde da região Sul por rentabilidade.

O que fazer quando não se sabe o que fazer?

Essa é a lição que a agilidade de aprendizado ensina, como explica George Hallenbeck Anote esse conceito: agilidade de aprendizado, ou “learning agility”. Com base na observação, o consultor George Hallenbeck percebeu que essa é a habilidade-chave de líderes que promovem a mudança rapidamente, e criou uma metodologia para ensiná-la aos demais líderes. “Em geral, os que dominam a agilidade de aprendizado são muito bons em criar soluções rapidamente. É uma habilidade complexa, mas o que está em sua raiz é que essas pessoas aprendem com as experiências que têm na vida, tanto no trabalho como fora dele”, explica. O que permite que criem soluções muito mais rápidas e eficazes? Segundo Hallenbe

Sistema de saúde deveria pagar por resultado, e não por procedimento

Para o presidente global de uma das maiores fabricantes de dispositivos de saúde, a remuneração de hospitais e médicos deve levar em conta o resultado. Na maior parte do mundo, hospitais e médicos são remunerados pelos planos de saúde ou pelo governo, de acordo com os procedimentos realizados. Não importa se o paciente de fato melhorou com o tratamento. Na visão de Omar Ishrak, presidente mundial da Medtronic, uma das maiores fabricantes de dispositivos médicos do planeta. Com faturamento anual de 29 bilhões de dólares, esse modelo precisa ser repensado porque incentiva o desperdício e eleva os custos. Nascido em Bangladesh, Ishrak falou a EXAME numa visita recente a São Paulo. Num país como

Dos líderes para as redes

A mudança da arquitetura da informação está levando a um processo de descentralização que abole o conceito de liderança. As últimas gerações de redes digitais implementaram formas de interação inéditas, permitindo a conexão à internet não apenas de pessoas, dispositivos e dados, mas também de coisas (IoT), territórios (sistemas informativos geográficos) e biodiversidades (big data climáticos e genéticos). O advento de tais arquiteturas conectivas tem mudado a arquitetura da informação, a qual, mais que se basear em trocas de informações entre emissores e receptores, aproxima-se de uma composição química, feita de moléculas que, ao interagirem, conectam-se, alterando-se reciprocamente e da

Funcionamento do sistema de saúde tem sido afetado pela judicialização

Dentro do objetivo de elevar a produtividade do país, o IPEA também tem propostas para áreas de saúde e educação. No primeiro caso, algumas das ideias são: a criação de um sistema de informação integrado para interligar os sistemas público e privado. E a criação de um sistema variável de remuneração das instituições de saúde, vinculado a resultados, além de maior autonomia financeira delas. O documento Desafios de uma Nação afirma que a judicialização no sistema de saúde brasileiro é um empecilho ao seu bom funcionamento. Esse fenômeno seria causado por fatores como a dificuldade de o setor público, com sua limitação de recursos. Acompanhar os desenvolvimentos tecnológicos capturados mais ra

Relatório indica que até 2030 prática médica será digital

Daqui a dez anos, o seu check-up médico pode ter uma interação maior com sensores, câmeras e dispositivos robóticos do que com médicos e enfermeiros humanos. Pois as organizações de saúde estão modernizando seus serviços usando dispositivos da Internet das Coisas (IoT), segundo o novo relatório da Aruba, empresa da Hewlett Packard Enterprise. O relatório Building the Hospital of 2030 apresenta os resultados de entrevistas realizadas com líderes do setor de saúde e especialistas. Ele explica as probabilidades e as necessidades de criar locais de trabalho mais inteligentes nos ambientes de saúde. Que possam incorporar tecnologia móvel, na nuvem e IoT e explorar formas de transformar a experiên

Posts Recentes
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2018 por W3alpha

  • Facebook Clean
  • LinkedIn
  • Google+
  • Instagram