Modelo de pagamento na saúde deve mudar nos próximos anos

O aumento de 70% da frequência de uso do sistema de saúde suplementar foi o principal responsável pelo acréscimo de R$ 49 bilhões nos gastos do setor entre 2012 e 2017. Já descontada a inflação do período, de acordo com estudo encomendado pela Associação Nacional de Hospitais Privados (Anahp). Esse foi um dos temas debatidos durante o 6º Congresso Nacional de Hospitais Privados, em São Paulo, entre 7 e 9 de novembro. O estudo foi contratado justamente para saber de onde vinha esse incremento de custo, que já havia gerado, por exemplo, reajuste das mensalidades de planos de saúde. “O aumento na frequência do uso traduz o sistema atual, com um modelo assistencial que não possui porta de entrad

Gastos com o sistema público de saúde no Brasil é dez vezes menor que o Reino Unido

Defasado, sistema público de saúde gasta só R$ 1.272 ao ano por pessoa, diz conselho Cifra é dez vezes menor do que a do Reino Unido, país que também tem sistema universal. O governo gasta, em média, apenas R$ 1.272 com a saúde de cada brasileiro por ano — investimento dez vezes menor do que o feito por países ricos. Na última década, o gasto do setor teve defasagem de 42% na comparação com a inflação, e foram os cofres municipais, na ponta do sistema público, os mais sobrecarregados. Os números fazem parte do relatório do Conselho Federal de Medicina, divulgado nesta terça-feira (13), com base em dados do Ministério da Saúde. Para o presidente do CFM, Carlos Vital, os indicadores mostram qu

O PAPEL DO FUTURO PROFISSIONAL DE SAÚDE E O NOVO PERFIL DO PACIENTE

Capacidades de relacionamento e escuta serão fundamentais para o futuro dos profissionais de saúde. O papel do médico diante das transformações e inovações na forma de relacionamento e tratamento dos pacientes também passará por uma revolução. "Temos pela frente a necessidade de reformas políticas (fiscal, previdenciária, teto de gastos), que certamente irão afetar todos os setores da economia, inclusive a saúde. Precisaremos de investimentos em infraestrutura, inclusive a relacionada ao setor de saúde. O papel do profissional de saúde neste ambiente seguirá sendo essencial, contudo, a forma de relacionamento entre médicos, pacientes e agentes deste segmento deverá atingir novos patamares”.

Tripé atenção primária, coordenação do cuidado e diálogo

Operadora de saúde anuncia mudanças ao completar 40 anos. No ano em que celebra seu 40º aniversário, a operadora de saúde Amil reposiciona sua marca. Para consolidar estratégia de foco na atenção primária e redução de custos. Com um novo logo e o mote do "cuidado certo", a empresa passa a promover o tripé atenção primária, coordenação do cuidado e diálogo. A ideia é estimular os clientes a procurarem médicos da família, mais generalistas, antes de partirem para especialistas ou para um hospital, por exemplo. Hoje, a Amil já tem mais de 30 endereços entre São Paulo, Rio, Distrito Federal, Paraná e Pernambuco em que o atendimento dos clientes é feito por médicos e profissionais da atenção prim

Posts Recentes
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2018 por W3alpha

  • Facebook Clean
  • LinkedIn
  • Google+
  • Instagram